Inibidor de apetite natural

exemplos de alimentos saudáveis

Inibidor de apetite natural

O inibidor de apetite natural é uma ótima alternativa para quem está acima do peso, mas deseja emagrecer apenas para prevenir a obesidade, manter o corpo saudável ou reeducar a alimentação.

Também conhecidos como redutores naturais do apetite, eles podem ser encontrados em farmácias, na forma de cápsulas fitoterápicas, produzidas a partir de frutas e vegetais.

No entanto, você pode também encontrar esses inibidores no consumo regular de diversos alimentos in natura.

mulher tomando medicamento natural para inibir apetite

Como agem os Inibidores de Apetite Naturais?

Os inibidores naturais do apetite agem estimulando a sensação de saciedade e fazendo com que ela se prolongue por mais tempo do que os outros tipos de alimento.

Eles também ajudam a diminuir a ansiedade, que comumente surge quando começamos a fazer uma dieta.

Esse efeito de “enganar” a fome é consequência da ação das fibras solúveis, que se transformam em um tipo de gel quando atinge o estômago, o que propicia saciedade por mais tempo, mesmo com ingestão de pouca quantidade de alimento.

Inibidores naturais de apetite mais conhecidos

exemplos de alimentos saudáveis

 

Existem alimentos in natura que possuem a propriedade de reduzir o apetite e a ansiedade que pode ser gerada durante uma dieta em virtude da privação de determinadas “guloseimas”. São ótimas opções para serem adicionadas na sua rotina alimentar.

Gelatina

Excelente escolha na busca de controle do apetite. A gelatina hidrata e sacia o estômago, faza fome passar mais rapidamente com poucas calorias.

Nos mercados há oferta de várias marcas e sabores. É um produto barato e fácil de fazer. É uma alternativa versátil, indicada no café da manhã, no lanche da manhã ou da tarde ou na sobremesa.

Aveia

A aveia é rica em fibras e por isso ela aumenta naturalmente a sensação de saciedade e ajuda a equilibrar as funções da flora intestinal, além de estimular a produção de serotonina, que é o hormônio do bem estar.

Pimenta vermelha

A pimenta vermelha, conhecida também como malagueta, contém uma substância com nome de capsaicina, que favorece o aumento ritmo do processo de quebra de gorduras no tecido adiposo.

Essa característica da pimenta vermelha faz com que ela cause um aumento de até 20% na atividade metabólica se ingerida na quantidade de três gramas por dia. Ela pode ser consumida junto a saladas e pratos quentes, como tempero.

Apenas é importante lembrar que a pimenta vermelha deve ser consumida com moderação, pois pode agredir o estômago, intestino e pessoas com hemorroidas.

Existem outros alimentos termogênicos como a pimenta que também ajudam a aumentar o metabolismo e favorecer a queima de gordura, como o café.

Frutas vermelhas

Outro bom exemplo de alimento que reduz o apetite ao longo dos dias são as frutas vermelhas, como cereja, morango ou framboesa.

São ricas em antocianinas, antioxidantes que previnem inflamações nas células.

O bônus que você ganha é que frutas vermelhas são muito apetitosas e caem muito bem em sucos, inclusive misturadas com outras frutas, como laranja ou abacaxi.

É recomendável comer três vezes ao dia uma porção de 80g de frutas vermelhas.

Ovos

Pode-se completar o café da manhã com um alimento rico em proteína como um ovo cozido, pois ajuda a reduzir o apetite durante o dia.

A gema pode ser mole ou dura, com sal ou sem, acompanhado de uma torrada ou sozinho mesmo.

Contudo, evite o ovo frito, a menos que use um óleo saudável, como o de girassol ou de canola.

Feijão

Adicionar o feijão com regularidade nas suas refeições não só ajuda a reduzir o apetite como também enriquece bastante a sua dieta.

O feijão possui proteínas que aumentam a sensação de saciedade, sendo que o feijão branco estimula a produção de um hormônio ligado ao trato digestivo, a colecistocinina, que inibe o apetite.

O feijão ainda é rico em vitaminas do complexo B, ferro, cálcio, potássio, bioativos e fibra alimentar, esta que estimula o bom funcionamento intestinal, diminui a absorção de colesterol e também a glicose.

Saladas

Além de acrescentar vitaminas, as saladas também aumentam a quantidade de fibras e água na alimentação, o que faz com que o estômago esteja sempre parcialmente cheio e produza uma sensação de saciedade por mais tempo.

Quanto mais variada a sua salada, melhor. Abuse de folhas e dê preferência em consumi-las primeiro ao almoçar, antes das carnes e grãos, porque assim você vai começar a se sentir saciado antes mesmo de terminar de comer.

Pera

A pera é rica em água e fibras, alivia a vontade de comer doces ligada à ansiedade e provoca a sensação de saciedade porque é uma fruta de digestão lenta.

Chá verde

O chá verde é rico em flavonoides, polifenóis, catequinas e cafeína, substâncias que ativam o metabolismo, reduzem a inflamação no organismo e auxiliam na queima de gorduras. É ideal para ser ingerido durante ou logo após as refeições.

Esse tipo de chá não é recomendado para quem tem histórico de problemas gástricos, como gastrite nervosa ou refluxo.

Canela

Este ingrediente ajuda a controlar o índice glicêmico do sangue, diminuindo as crises de fome.

Alem da canela, todos os alimentos com muitas vitaminas e antioxidantes também reduzem o apetite, não de forma imediata, mas ao longo dos dias.

Isso acontece por serem ricos em nutrientes essenciais para o bom funcionamento do corpo e devem fazer parte de um regime alimentar regular.

Vale a dica:

Se você tem uma rotina muito agitada, passa o dia fora, não tem tempo de almoçar em casa, pode ter dificuldade de se alimentar de maneira saudável.

É difícil haver nas proximidades do local de trabalho um restaurante que ofereça cardápio com opções de alimentos inibidores naturais de apetite.

Você pode contar com os inibidores alimentares fitoterápicos, disponibilizados em cápsulas. Um dos muito recomendados é o Pommeprote 200mg, um ativo nutracêutico, vetorizado e padronizado de uma assemblage de batatas orgânicas frescas das famílias Marquise, Shepody e Marike, rico em proteínas estimulantes que contribuem com o processo de saciedade.

pommeprote inibidor de apetite natural

Pommeprote ainda contém altos teores de proteínas que agem no estímulo da produção de CCK, a colecistoquinina, que é um hormônio gastrointestinal, também presente no feijão.

A CCK é a maior responsável pela inibição da ingestão alimentar em curto prazo.

Pommeprote é completamente natural, caracterizado como produto GRAS (GenerallyRecognized As Safety). Além de auxiliar na perda de peso, promovendo sensação de saciedade, estimula a digestão e combate a obesidade.

O recomendado é tomar uma cápsula ao dia antes do almoço, com dois copos de água.

Práticas que inibem o apetite

Além da escolha de alimentos inibidores de apetite existem práticas simples que você pode adotar na sua rotina que contribuição na redução do apetite, tais como:

  • Não pular refeições;
  • Ingerir alimentos ricos em fibras e beber bastante água;
  • Dormir bem: é importante para desenvolver hormônios essenciais ao o bom funcionamento do corpo, evitando que a fome aconteça a todo instante.

Você também pode aumentar a quantidade de fibras na sua dieta.

As fibras estão presentes principalmente em frutas, vegetais e alimentos integrais. Elas fazem com que o estômago fique “mais cheio” e prolongam a sensação de saciedade após as refeições.

Estratégias para aumentar o consumo de fibras são comprar arroz, macarrão, pão e biscoitos integrais, sementes como chia e linhaça para colocar em sucos ou iogurtes, ocupar pelo menos metade do prato com salada, especialmente saladas cruas e comer no mínimo 3 frutas por dia.

Parar de tomar refrigerantes também é uma ótima escolha.

Os refrigerantes são ricos em frutose, um tipo de açúcar que quando consumido em excesso provoca uma diminuição do hormônio leptina, que causa sensação de saciedade ao corpo.

Assim, pessoas que bebem muito refrigerantes sentem fome com mais frequência. Outra substância rica em frutose é o xarope de milho, encontrado em alimentos industrializados como mel, ketchup, bolos, brownies e biscoitos.

Se possível, evite esses alimentos, ou pelo menos evites comer em excesso.

Fazer um pequeno lanche antes de dormir evita aquela fome que vem durante a noite. Uma sugestão é o chá de camomila ou cidreira acompanhado com torradas integrais. O chá acalma e prepara o corpo para o sono, enquanto as torradas dão saciedade, evitando a fome noturna.

Muitas pessoas ao fazerem dieta evitam todo tipo de gordura, o que aumenta a sensação de fome.

Ao invés disso, aproveite as gorduras boas, aquelas que estão presentes nas carnes de peixes, azeite, abacate, amendoins e castanhas. Essas gorduras não só proporcionam mais energia ao corpo, mas também previnem doenças cardiovasculares e melhoram as capacidades da

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.
Para a compra desse medicamento é necessário o envio da CÓPIA DA RECEITA MÉDICA.     A Receita Médica pode ser escaneada ou fotografada e enviada via Whatsapp ou no próprio processo de compra online através da pagina MANIPULE SUA RECEITA, coloque na mensagem o número do seu pedido em caso de dúvidas chame no Whatsapp 2198333-9000 ou entre em contato através do e-mail [email protected] Seu pedido só será liberado após o envio da CÓPIA DA RECEITA MÉDICA, portanto, caso não possua receita médica não adquira o produto. ATENÇÃO: Segue abaixo os critérios que serão adotados para avaliação da receita médica: 1- A receita deverá ser legível, contendo nome do medicamento, dose e quantidade prescrita. Receitas que estiverem ilegíveis ou que possam induzir a erro e confusão não serão manipuladas. 2- A receita deverá conter a descrição de posologia (o modo de usar do medicamento); 3- A receita deverá conter a data de emissão, assinatura com carimbo do profissional habilitado, endereço do consultório ou da residência e o nº de inscrição do respectivo Conselho Profissional (CRM). 4- Receitas normalmente podem ser aviadas até 6 meses após a data prescrita. Avaliam-se exceções onde o médico escreve uso contínuo ou quando solicitar para não repetir a receita. 5- É imprescindível a apresentação e avaliação da receita pelo (a) Farmacêutico (a) para a manipulação do medicamento solicitado por meio remoto.