Cactin Drenagem Linfática em Cápsulas 500mg 30 Cápsulas

R$53,23

Até 1x R$53,23 Sem Juros

Em estoque

Compra Segura, receba o produto que está esperando ou devolvemos o dinheiro.

Cactin é extraído do fruto do cactus Opuntia ficus-indica, popularmente chamado de figo da Índia, um tipo de cacto muito comum no México, que tem efeito diurético.

  • Efeito diurético
  • Elimina o excesso de fluidos sem a perda de minerais
  • Reduz significativamente o peso corporal
  • Reduz o armazenamento de gordura
  • Ajuda a afinar a silhueta
  • Mantém a pressão arterial saudável
  • Proteção antioxidante

Posologia: Tomar de 1 a 4 cápsulas após o café da manhã.

Composição: Cactin 500mg

Validade: 3 Meses

Cacti-N é extraído do fruto do cactus Opuntia ficus-indica, popularmente chamado de figo da Índia, um tipo de cacto muito comum no México, que tem efeito diurético. Auxilia na eliminação do excesso de fluidos sem a perda de minerais e tem uma potente ação antioxidante, por conter polifenóis.

Celulite, pernas cansadas, período pré-menstrual, menopausa e obesidade são exemplos de situações e fases da vida das mulheres em que a retenção hídrica ocorre com bastante frequência. Estudos comprovam o auxílio da Cacti-N no controle do peso corporal, através da sua ação diurética e antioxidante.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.

“Se persistirem os sintomas, o medico ou farmacêutico deverá ser consultado”
“Evite a automedicação. O medicamento mesmo livre de obrigação de prescrição médica merece cuidado”
“As indicações postas não se tratam de propaganda, e sim de descrição do produto”
“Consulte sempre um especialista”
“As imagens postas são meramente ilustrativas”
“As indicações dos produtos são baseadas no conhecimento científico do profissional farmacêutico e laudos de aquisição dos produtos junto aos fornecedores autorizados pela Anvisa”
“Venda sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso farmacêutico de acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia. Consulte-o!”