Lumicare Hair 60 Cápsulas

R$42,23

Até 1x R$42,23 Sem Juros

Em estoque

Compra Segura, receba o produto que está esperando ou devolvemos o dinheiro.

Lumicare Hair é um complexo de vitaminas que fortalece os cabelos e unhas quebradiças, reduzindo a queda e recuperando a saúde.

Você também pode gostar de…

R$145,08
Até 2x R$72,54 Sem Juros
R$66,43
Até 1x R$66,43 Sem Juros
-22%
  • Ajuda evitar perda de cabelos;
  • Ajuda a evitar alterações degenerativas na estrutura de cabelo (cabelo
  • enfraquecido, fino, não-maleável, quebradiço, sem vida, opaco e sem cor);
  • Ajuda a evitar cabelos danificados pela luz do sol e radiação UV;
  • Prevenção do aparecimento de fios brancos;
  • Fortalecimento de unhas quebradiças, rachadas e pouco maleáveis.

Posologia: Tomar 1 cápsula antes do almoço e 1 cápsula antes do jantar.

Composição: Zinco 7mg / Cromo 35mcg / Selenio 34mcg / Acido fólico 0,24mg / Biotina 30mcg / Pantotenato de Calcio 5mg / Vitamina A 600mcg / Vitamina B1 1,2mg / Vitamina B12 2,4mcg / Vitamina B2 1,3mg / Acido Nicotinico (Vit. B3) 16mg / Vitamina B6 1,3mg / Vitamina C 45mg / Vitamina D 5mcg / Vitamina E 10mg

Validade: 3 Meses

Lumicare Hair é um complexo de vitaminas que fortalece os cabelos e unhas quebradiças, reduzindo a queda e recuperando a saúde.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.

“Se persistirem os sintomas, o medico ou farmacêutico deverá ser consultado”
“Evite a automedicação. O medicamento mesmo livre de obrigação de prescrição médica merece cuidado”
“As indicações postas não se tratam de propaganda, e sim de descrição do produto”
“Consulte sempre um especialista”
“As imagens postas são meramente ilustrativas”
“As indicações dos produtos são baseadas no conhecimento científico do profissional farmacêutico e laudos de aquisição dos produtos junto aos fornecedores autorizados pela Anvisa”
“Venda sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso farmacêutico de acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia. Consulte-o!”